Mais de 11.000 pessoas responderam ao apelo da Guimarães 2018 Capital Europeia da Cultura

Este fim de semana, mais de 11.000 pessoas vieram assistir às propostas da Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura.

O Concerto “Expensive Soul – Symphonic Experience”, que reuniu em palco a Fundação Orquestra Estúdio e os Expensive Soul, contou ainda com a participação de um coro de 100 vozes da região, selecionadas através de um casting, e de um grupo de duas dezenas de “Velhos Nicolinos”. Com mais de 6.000 bilhetes vendidos, o Pavilhão Multiusos vibrou com a força sinfónica e o contágio entre sonoridades distintas. Os arranjos e orquestrações ficaram sob a alçada do maestro Rui Massena, também responsável pela direção dos músicos e programador da área de Música da Capital Europeia da Cultura.

A festa continuou na ASA. O set de Paul Kalkbrenner, um hino geracional da “club scene”, e o concerto dos Sektor 304, que a partir do rock industrial, como processo de interlocução eletromagnético, desenvolvem abordagens experimentais a territórios musicais ainda por mapear trouxeram cerca de 5.000 visitantes a este espaço que já faz parte da rota noturna de Guimarães e que, durante o dia, é, cada vez mais, procurado como sede de exposições de inegável importância nacional.

Durante o dia de sábado e domingo, miúdos e graúdos encheram a Caixa Negra da ASA para assistir à performance dos Crassh, muitas famílias rumaram ao CCVF para assistir às peripécias d’A Bruxa Cati e a noite continuou a trazer ainda mais público. Cerca de um milhar de pessoas veio assistir à comédia negra de William Shakespeare sobre moralismo e poder. A peça Medida por Medida assinalou o regresso de Nuno Cardoso e “Ao Cabo Teatro” aos palcos de Guimarães.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *